Notícias

Qual é a sensação de se orbitar o planeta Terra?

Professor de ciências americano usa fotos de satélite meteorológico russo para simular a sensação de se estar orbitando o planeta Terra.

Paulo André Vieira ·
18 de maio de 2012 · 9 anos atrás

No dia 20 de janeiro de 2011 a Rússia colocou em órbita o primeiro de uma série de satélites denominados Elektro-L. Capaz de fornecer dados para análises e previsões meteorológicas, o Elektro–L 1 deve permanecer operacional durante 10 anos em uma órbita geoestacionária, posicionado 40 mil quilômetros acima do Oceano Índico. A cada 30 minutos o satélite cria uma imagem da Terra, atualmente as maiores disponíveis onde nosso planeta aparece em sua totalidade. A câmera tira as fotos em comprimentos de onda visível e infravermelho. Como a maioria das plantas refletem infravermelhos, a vegetação aparece nas fotos em tons de laranja ou marrom.

Em abril de 2011 James Drake, um professor de ciências norte-americano, solicitou à Agência Espacial Federal Russa acesso ao acervo de imagens produzidas pelo satélite, e alguns meses depois recebeu um arquivo de 100 gigabytes contendo mais de 350 imagens. A partir dessas imagens Drake criou vários filmes onde podemos experimentar a sensação de estarmos em órbita da Terra.

Além dos vídeos feitos com as imagens do Elektro–L 1, Drake também criou vários vídeos usando imagens feitas a partir da Estação Espacial Internacional. Veja abaixo alguns dos vídeos de Drake.

<Via PCMag>

  • Paulo André Vieira

    Produtor Editorial formado pela UFRJ, atua em ((o))eco desde 2007 escrevendo sobre geojornalismo e cuidando da edição e gestão do site.

Leia também

Análises
29 de julho de 2021

Os incêndios criminosos na Amazônia devem ser contidos

O fogo passou a ser uma realidade para a Amazônia no Antropoceno e é fundamental rever as estratégias que vêm sendo adotadas para o combate aos incêndios, assim como as suas vinculações ao jogo de interesses predominante

Notícias
29 de julho de 2021

Leite repete Salles e desinforma sobre combate ao desmatamento

Em documento, novo ministro culpa Covid por cancelamento de quase metade das operações do Ibama, comemora ações que não saíram do papel e tenta desqualificar INPE

Notícias
29 de julho de 2021

Treze peixes-bois resgatados e reabilitados são devolvidos aos rios da Amazônia

Programada para ocorrer em 2020, a soltura teve atraso por causa da pandemia da Covid-19. É o maior número de devolvidos na natureza feito pelo Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta