Fotografia

O planeta visto da Estação Internacional Espacial

Entre junho e novembro de 2010 o astronauta norte-americano Douglas Wheelock fotografou e enviou via Twitter várias fotos de nosso planeta, mostrando suas belezas e as ameaças que enfrenta.

Douglas Wheelock ·
3 de fevereiro de 2012 · 12 anos atrás

Douglas Wheelock é astronauta da NASA, a agência espacial dos EUA. Ele é a primeira pessoa no espaço a fazer check-in em uma rede social. Enquanto esteve a bordo da Estação Internacional Espacial, entre junho e novembro de 2010, Wheelock enviou lá de cima várias fotos da Terra através do Twitter.

Suas fotos eram sempre acompanhadas de emocionantes descrições daquilo que estava observando a 350 km de altitude. “Uma explosão de cores, movimentos e vida pintadas nessa tela que é nosso maravilhoso planeta”, disse ele sobre a Grande Barreira de Coral da Austrália. Lá de cima, parece que fica bem claro que não estamos tratando nosso planeta como deveríamos.  Sobre Madagascar, ele comenta: “Um lugar onde a beleza natural e o descuido humano batem de frente. Madagascar é tão bela e singular, mas ver os rios secando por causa do desmatamento me deixa muito triste. Espero que as coisas mudem e que as futuras gerações ainda sejam capazes de conhecer este lugar”.

Leia também

Notícias
23 de fevereiro de 2024

Antas “avisam” pesquisadores sobre contaminação humana por agrotóxicos no MS

Além de agrotóxicos como glifosato, moradores do sudeste do estado também apresentaram altos índices de metais no corpo. Antas atuaram como sentinelas

Notícias
23 de fevereiro de 2024

Pouco mais de mil espécies representam metade das árvores tropicais do planeta, aponta estudo

Publicada na revista Nature, estimativa é de que 2,24% das espécies arbóreas da Amazônia, África e Sudeste Asiático correspondam a 50% dos 800 bilhões de árvores do bioma tropical

Notícias
22 de fevereiro de 2024

CEEE Equatorial terá que isolar fios da rede elétrica para proteger bugios, decide Justiça

Juiz acatou pedido do MP e concessionária de energia que atua na Região Metropolitana de Porto Alegre (RS) terá que adequar o serviço para evitar morte de bugios

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.