Salada Verde

Brasileiro será novo secretário da Convenção da ONU para Biodiversidade

O biólogo Bráulio Dias, um dos nomes mais influentes da atual gestão do Ministério do Meio Ambiente, acaba de ser anunciado como o novo secretário- executivo da Convenção das Nações Unidas para a Diversidade Biológica (CDB). 

Gustavo Faleiros ·
20 de janeiro de 2012 · 10 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Homem de confiança da ministra Izabella Teixeira, Bráulio Dias, vai comandar convenção da ONU sobre biodiversidade. (foto: Renato Araújo/Agência Brasil)
Homem de confiança da ministra Izabella Teixeira, Bráulio Dias, vai comandar convenção da ONU sobre biodiversidade. (foto: Renato Araújo/Agência Brasil)

O biólogo Bráulio Dias,  um dos nomes mais influentes da atual gestão do Ministério do Meio Ambiente, acaba de ser anunciado como o novo secretário- executivo da Convenção das Nações Unidas para a Diversidade Biológica (CDB). A escolha soa natural no meio da diplomacia ambiental, já que Dias, atual secretário de Biodiversidade e Florestas, foi um dos negociadores brasileiros mais assíduos da convenção criada na Rio-92.

Nos últimos anos, ele foi a pessoa sempre à frente das discussões da estratégias brasileiras para o cumprimento das metas da CDB e atualmente conduzia o processo de consulta pública de novas políticas para a biodiversidade nacional. 

A indicação de Dias ocorre em um momento em que a Convenção ganha força com o novo Protocolo de Nagoya, assinado durante em 2010. O acordo internacional que cria as bases para ações de conservação até o ano de 2020.

Por outro lado, a sua saída do Ministério do Meio Ambiente, complica a vida da ministra Izabella Teixeira, que tinha em Dias um de seus quadros em que mais confiava. Além disso, em pleno ano de Rio+20, diversos técnicos em cargos de confiança estão pedindo as contas do Ministério.

Dias vai substituir o argelino Ahmed Djoghlaf, que conduziu a CDB por um período em que a conservação da biodiversidade ganhou destaque através de um ano inteiramente dedicado ao tema. Leia mais no espeical 2010 – Ano Internacional da Biodiversidade. 

  • Gustavo Faleiros

    Editor da Rainforest Investigations Network (RIN). Co-fundador do InfoAmazonia e entusiasta do geojornalismo. Baterista dos Eventos Extremos

Leia também

Notícias
20 de maio de 2022

Alto custo é principal barreira para visitação de parques

De acordo com estudo, alto custo da viagem, distância e falta de informações disponíveis são os principais obstáculos para visitação de parques naturais

Notícias
20 de maio de 2022

Presidenciáveis recebem plano para reverter boiadas ambientais de Bolsonaro

Estratégia ‘Brasil 2045’ propõe medidas para reconstruir política ambiental brasileira e fazer país retomar posição de liderança global em meio ambiente

Análises
20 de maio de 2022

O dilema de Koniam-Bebê

Ocupação indígena no Parque Estadual Cunhambebe realimenta falsa dicotomia entre unidades de conservação e territórios indígenas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Cássio Garcez diz:

    Brilhante análise, Beto. Parabéns e obrigado por ela.