Notícias

Helicóptero do Ibama sofre sabotagem no Mato Grosso

Órgão ambiental acionou Polícia Federal ao constatar que uma das aeronaves usadas na fiscalização teve os fios do motor cortados com alicate.

Daniele Bragança ·
3 de outubro de 2012 · 9 anos atrás
Acima, helicóptero usado em fiscalização foi sabotado em Mato Grosso. Foto: Nicélio Silva - Ascom Ibama/MT.
Acima, helicóptero usado em fiscalização foi sabotado em Mato Grosso. Foto: Nicélio Silva – Ascom Ibama/MT.

Um helicóptero do Ibama, usado na fiscalização contra desmatamento, sofreu sabotagem no início de setembro.  A Polícia Federal está investigando o crime. Os responsáveis pela sabotagem poderão responder por tentativa de homicídio e atentado contra a segurança do transporte aéreo.

Tudo foi descoberto depois que o computador da aeronave identificou uma problema durante a decolagem no aeroporto de Sinop, no Mato Grosso. O mecânico verificou que os fios responsáveis pela potência das hélices do helicóptero foram cortados com um alicate. Não fosse o alerta eletrônico, o helicóptero poderia ter caído.

O helicóptero realizava sobrevoos diários de reconhecimento nas áreas identificadas pelo Sistema Deter, do INPE. Em agosto, o Deter detectou um aumento de 220% sobre o mesmo mês do ano passado na região amazônica. Para coibir esse aumento, o Ibama deflagrou a Operação Soberania Nacional, que reúne centenas de fiscais, advindos de vários estados, para combater o aumento o desmatamento no Mato Grosso e Pará. No auge da operação, estavam em campo 250 fiscais do Ibama.

Funciona assim: a partir da análise de imagens de satélite, o Deter (Detecção de desmatamento em tempo real) envia alertas que podem ser até diários ao Ibama. Com o local mapeado, o helicóptero é enviado para sobrevoar o local e, confirmado o problema, passar uma mensagem de rádio às equipes que farão a abordagem por terra. Para a tarefa, o Ibama conta com 105 veículos adaptados ao solo amazônico. Mais de 70% das imagens detectadas em agosto pelo satélite já foram fiscalizadas com o uso do helicóptero e das equipes em terra.

A sabotagem ocorreu no começo do mês de setembro, mas foi divulgada somente ontem pelo Ibama. A Polícia Federal é a responsável pelo inquérito. Depois de uma perícia, para coletar possíveis impressões digitais, o helicóptero voltou ao uso.

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta