Notícias

Quanto mais caramujo, mais gavião-caramujeiro

O homenageado da semana é o Gavião-caramujeiro, que ganhou este nome por se alimentar quase exclusivamente de caramujos. Foto: Dario Sanches

Redação ((o))eco ·
24 de agosto de 2012 · 12 anos atrás
O homenageado da semana em ((o))eco é o Gavião-caramujeiro (Rostrhamus sociabilis), tabém conhecido como gavião-de-aruá. Ele ganhou este nome por se alimentar quase exclusivamente de aruás, um tipo de caramujo aquático. Com vôos rasantes, agarra os caramujos com os pés e utiliza seu bico curvo para fisgar a parte comestível da presa, dentro da concha.

O caramujeiro tem aproximadamente 40 cm e seu habitat são brejos, lagoas e pastos alagados, que vão desde o sul dos EUA, passando pelo México, o Brasil e chegando até a Argentina.

Em El Salvador, a população do Gavião-caramujeiro está crescendo, apesar dele só ter sido avistado pela primeira vez no país em 1996. A razão é a introdução local do caramujo Pomacea flagellata, entre 1982 e 1986, como alimento para peixes. O efeito colateral da proliferação dos novos caramujos foi vitaminar a população do caramujeiro. Foto: Dario Sanches

 

 
 

Leia também

Notícias
23 de fevereiro de 2024

Antas “avisam” pesquisadores sobre contaminação humana por agrotóxicos no MS

Além de agrotóxicos como glifosato, moradores do sudeste do estado também apresentaram altos indices de metais no corpo. Antas atuaram como sentinelas

Notícias
23 de fevereiro de 2024

Pouco mais de mil espécies representam metade das árvores tropicais do planeta, aponta estudo

Publicada na revista Nature, estimativa é de que 2,24% das espécies arbóreas da Amazônia, África e Sudeste Asiático correspondam a 50% dos 800 bilhões de árvores do bioma tropical

Notícias
22 de fevereiro de 2024

CEEE Equatorial terá que isolar fios da rede elétrica para proteger bugios, decide Justiça

Juiz acatou pedido do MP e concessionária de energia que atua na Região Metropolitana de Porto Alegre (RS) terá que adequar o serviço para evitar morte de bugios

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.