As maravilhas naturais do Brasil vistas do espaço
Geonotícia
Jornalismo feito com imagens de satélite e ferramentas geoweb

As maravilhas naturais do Brasil vistas do espaço

Paulo André Vieira
segunda-feira, 13 agosto 2012 2:36

Nossa seleção de maravilhas naturais vistas do espaço fez tanto sucesso que resolvemos repetir a dose. Só que desta vez selecionamos só lugares aqui no Brasil. Aprecie abaixo as belezas que nosso país oferece, em imagens retiradas do Google Earth, e conheça um pouquinho mais sobre elas lendo alguns textos publicados por ((o))eco.

Cataratas do Iguaçu

Esparramadas por 2.700 metros na fronteira entre Brasil e Argentina, as Cataratas foram eleitas uma das novas sete maravilhas da natureza por voto popular. As cachoeiras compõe um complexo de quase 300 quedas d’água, com um desnível médio de cerca de 60 metros, embora a Garganta do Diabo, a mais famosa e que marca a fronteira entre os dois países, tenha 82 metros de altura. Não é a toa que o nome das quedas, Iguaçu, designe água grande na sua origem em língua tupi.

Cataratas do Iguaçu, imagens da maravilha da natureza

Fernando de Noronha

Localizado a 540 km de Recife (PE), encanta cerca de 60 mil turistas por ano com seus 17 km² de preciosa beleza cênica. Todo este capricho da natureza conquistou o reconhecimento internacional quando, em 2001, ganhou da Unesco o título de “Sítio do Patrimônio Mundial Natural”.

Fernando de Noronha, o paraíso ameaçado

Lençóis Maranhenses

Não existe no Brasil área como os Lençóis Maranhenses. O litoral leste do estado, a cerca de 200 quilômetros de São Luís, tem as maiores dunas de toda costa brasileira, numa área de transição entre a floresta amazônica, o Cerrado e a Caatinga. A biodiversidade única naquele local, e, sobretudo, a sua beleza cênica justificaram em 1981 a criação de um parque nacional que, raridade entre os demais, tem até plano de manejo e ainda pouquíssimos impactos.

Por baixo dos lençóis

Pantanal

O Pantanal é uma imensa planície aluvial. Sua paisagem inclui uma variedade de sub-regiões ecológicas, incluindo corredores de rios, matas ciliares, pântanos e lagos perenes, pastagens e florestas sazonalmente inundadas terrestres. A fauna do Pantanal é extremamente variada e inclui 80 espécies de mamíferos, 650 aves, 50 répteis e 400 peixes. Densas populações de espécies de interesse de conservação, como onças, veados pantaneiros, tamanduás-bandeira e ariranhas vivem na região.

Uma aula de Pantanal com onça e tudo

Restinga de Marambaia

Numa cidade como o Rio de Janeiro, que cresceu em detrimento de restingas como a de Botafogo, Copacabana, Ipanema, Leblon e Barra da Tijuca, a Restinga da Marambaia resguarda informações relevantes sobre a biota dessa parte do litoral brasileiro. Esse patrimônio vem sendo preservado graças as Forças Armadas que coíbem a caça, a pesca predatória, a retirada de madeira, areia e a especulação imobiliária, tornando a Marambaia um paraíso da flora e fauna do Estado do Rio de Janeiro.

O último refúgio da Mata Atlântica

Ilha Grande

Localizada entre as duas maiores metrópoles do Brasil (São Paulo e Rio de Janeiro) e cercada pela imponente Serra do Mar, a baía da Ilha Grande abriga 187 ilhas e ilhotas, criando um cenário de grande beleza paisagística no litoral sul fluminense. Diversas unidades de conservação protegem parte deste patrimônio natural, na tentativa de manter a biodiversidade tanto terrestre como marinha da baía.

Imerso na baía Ilha Grande

Encontro das águas

As águas escuras do Rio Negro se encontram com as águas barrentas do Rio Solimões, correndo por mais de 6 km sem se misturar. Já fez parte de nossa seleção anterior, mas sempre vale a pena apreciar este fenômeno da natureza, agora um pouquinho mais de perto.

Imagens da Nasa sobre o rio Negro


Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.