Salada Verde

Alagando o Jalapão

Na corrida governista-privada para acabar com ambientes naturais em nome da geração insustentável de energia, a próxima vítima pode ser o Jalapão e suas incontáveis belezas naturais. Qualquer país sério trataria de desenvolver uma exploração turística e econômica equilibrada para uma região como aquela, mas as mentes brilhantes daqui têm outros planos. E que planos. Cerca de duas dezenas de pequenas e grandes usinas hidrelétricas são planejadas para a região, de Cerrado. Os donos da Fazenda Ecológica Catedral do Jalapão, vizinha ao Parque Estadual do Jalapão, reclamam que um aparelho (foto) foi instalado por lá, sem sua autorização. A invasão de propriedade foi motivada, dizem, para levantamento de dados voltado a um projeto de 80 Megawatts. Caso a barragem seja erguida, inundará o encontro dos rios Novo e Soninho, que formam o Rio Sono. Nesses mananciais, sobrevive o ameaçadíssimo pato-mergulhão. Esta semana, em reunião do chamado Colegiado do Território da Cidadania do Jalapão, foi aprovado um texto contrariando a instalação de usinas na região. Mas tais fatos, para os governantes nacionais, não têm o menor significado.  Saiba mais:Um show abala a rotina do JalapãoCanastra a um passo do recorteMirador volta a ameaçar Veadeiros

Salada Verde ·
22 de abril de 2009 · 12 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Leia também

Notícias
24 de setembro de 2021

Ameaçado pelo avanço da agricultura, Pampa é o bioma que mais perde vegetação nativa

Levantamento do Mapbiomas mostra que em 36 anos o segundo menor bioma do país perdeu 21,04% de sua cobertura vegetal. Maior parte da perda foi para a produção de soja

Notícias
24 de setembro de 2021

Servidores da Bahia entram com ação contra “Secretária-Diretora” do Meio Ambiente no estado

Associação de servidores ambientais denuncia inconstitucionalidade do acúmulo de cargos de chefia na área ambiental do estado exercido por Márcia Telles há mais de 4 meses

Notícias
23 de setembro de 2021

Sociedade civil repudia propostas antiambientais da Economia

Planos de Paulo Guedes e setor empresarial para o meio ambiente estão sendo analisados pelo Ibama, que tem até dia 30 de setembro para responder

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta