Notícias

Módulo brasileiro Criosfera 1 inicia transmissão de dados na Antártica

O primeiro módulo científico brasileiro no interior do continente antártico começou a funcionar, um êxito dessa expedição pioneira.

Flávia Moraes ·
6 de janeiro de 2012 · 9 anos atrás
Acampamento avançado, a 84°S, onde o módulo está sendo instalado. Foto: CPC/UFRGS Divulgação
Acampamento avançado, a 84°S, onde o módulo está sendo instalado. Foto: CPC/UFRGS Divulgação
Ainda em teste, o módulo científico Criosfera 1 inicia a transmissão de dados meteorológicos direto da Antártica para o Brasil, mais precisamente para o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Esse é o resultado comemorado pelo trabalho da equipe de 15 pesquisadores brasileiros e 2 chilenos, integrantes da Expedição Criosfera, os quais estão acampados no continente gelado desde o dia 17 de dezembro de 2011.

Depois do retorno da equipe, o módulo deve começar sua operação plena e a coletar automaticamente amostras do ar polar. “Estamos na segunda semana de trabalho e já podemos dizer que a expedição é um sucesso. Embora a temperatura tenha caído um pouco, chegando a -17°C, com sensação térmica de -42°C, os trabalhos ao ar livre estão sendo feito sem muitos problemas. Nossa perfuração nas camadas de gelo para obtenção dos testemunhos* já chega a 70 metros de profundidade, o que nos possibilita reconstruir os últimos 300 a 400 anos da história da atmosfera terrestre”, conta por telefone o líder da expedição, professor Jefferson Simões, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Ano Novo da equipe do acampamento avançado. Dentro do módulo estava "quentinho". Foto: CPC/UFRGS Divulgação
Ano Novo da equipe do acampamento avançado. Dentro do módulo estava "quentinho". Foto: CPC/UFRGS Divulgação
Depois de comemorarem o Natal no acampamento base, localizado na Geleira Union (79º45’S; 82°50’W), os cientistas dividiram-se em dois grupos: um que permaneceu na base e outro que seguiu para o acampamento avançado (84°S, 79°29’39″W; 1.287 metros de altitude), mais próximo do Polo Sul geográfico. É neste ponto, a cerca de 670 quilômetros do Polo, que o primeiro módulo científico brasileiro está sendo instalado no interior da Antártica.

Sobre a noite de Ano Novo no gelo, Simões conta que a temperatura esteva na casa dos -30°C, mas a comemoração do grupo foi dentro do módulo Criosfera 1, cujo termômetro marcava 14°C (positivos). “O isolamento térmico do módulo é excelente e esta temperatura agradável é atingida somente com a radiação solar que passa pelas janelas”, revela.

Módulo Criosfera 1 sendo equipado e montado. Foto: CPC/UFRGS Divulgação
Módulo Criosfera 1 sendo equipado e montado. Foto: CPC/UFRGS Divulgação
As baterias que garantirão o funcionamento do módulo já estão sendo carregadas pelos painéis solares e geradores eólicos, que funcionarão durante o ano todo. “Esperamos concluir a instalação na próxima semana e inaugurar o módulo completo dentro de dez dias”, revela o líder da expedição.

O grupo segue dividido entre esses dois acampamentos até o final dos trabalhos, que devem ser concluídos dia 20 de janeiro de 2012. A expectativa é que dia 25 de janeiro todos já estejam de volta, comemorando o sucesso da missão científica pioneira no país.

*Testemunhos de gelo são cilindros de cerca de 7 cm de diâmetro e 80 cm de comprimento obtidos através da perfuração das camadas de gelo que cobrem o continente antártico. Através de analíses físicas e químicas, em laboratório, é possivel reconstituir a história da composição atmosférica da Terra.

Leia também

Salada Verde
11 de maio de 2021

Arthur Lira adia para amanhã votação do PL que acaba com o licenciamento ambiental

Proposta transfere para os estados e municípios a definição do que precisa licenciar ou não e torna a obrigatoriedade do licenciamento uma exceção

Reportagens
11 de maio de 2021

Transposição do São Francisco leva peixe invasor à bacia do rio Paraíba do Norte

Pesquisadores identificaram uma espécie invasora no primeiro açude da bacia do rio Paraíba do Norte a receber águas do rio São Francisco e alertam pros riscos de desequilíbrio ecológico

Notícias
11 de maio de 2021

Servidor que relatou ineficiência no Ibama denuncia ameaças feitas por assessor de Salles

Hugo Ferreira foi impedido de copiar documentos do computador onde trabalhava e sofreu ameaças após escrever um relatório para o TCU. Servidor denunciou o ato à corregedoria do Ibama

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta