Salada Verde

Converter para recuperar

Acordo entre Estados Unidos e Brasil pode render até 50 milhões para Mata Atlântica, Caatinga e Cerrado.

Salada Verde ·
3 de fevereiro de 2010 · 14 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Conversas frequentes nos últimos anos sobre conversão de dívidas brasileiras com os Estados Unidos podem render cerca de 50 milhões de reais para recuperação da Mata Atlântica, e também da Caatinga e do Cerrado. Uma nova reunião entre membros do Itamaraty, ministério do Meio Ambiente e representantes do governo norte-americano aconteceu na última semana, por satélite.

O valor pode se reduzir um pouco, caso o governo brasileiro realize pagamentos dos débitos até o fechamento de um acordo. O ministério tem dúvidas sobre se o dinheiro necessitaria passar pelo crivo do Congresso antes de ser aproveitado no país, via editais públicos gerenciados pelo Funbio – Fundo Brasileiro para a Biodiversidade.

No início do ano, outro acordo firmando entre instituições alemãs já havia garantido 6,5 milhões de Euros para criação de áreas protegidas públicas e particulares, adequação ambiental de imóveis rurais, proteção da água e da biodiversidade na Mata Atlântica, além de três milhões de Euros para estudos técnicos no mesmo bioma.

Leia também

Análises
24 de julho de 2024

Portão do Inferno, um risco para o país

Governo de MT sinaliza que aguardará fim do Festival de Inverno para iniciar desmonte de parte do paredão do Parque da Chapada dos Guimarães. ICMBio diz que obra pode inviabilizar funcionamento da UC

Salada Verde
24 de julho de 2024

A gangorra climática das árvores da Mata Atlântica

Pesquisa inédita aponta que as plantas estão subindo ou descendo montanhas em busca de temperaturas mais amenas

Notícias
24 de julho de 2024

Empresas ainda veem com ceticismo a “Lei Rouanet da Reciclagem”, recém regulamentada

Como obstáculos, instituições representativas do setor mencionam pouca transparência e dificuldade de acesso aos recursos anunciados, além de ausência de toda a cadeia produtiva

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.