Salada Verde

Ruralistas no comando

Coligação com PT, DEM, PSB e outras siglas leva Moacir Micheletto à presidência da comissão que revisará uma das principais leis ambientais do país.

Salada Verde ·
14 de outubro de 2009 · 12 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Depois de muitas idas e vindas e muito bate-boca entre ruralistas e ambientalistas, o deputado Moacir Micheletto (PMDB-PR) foi eleito hoje para presidir a comissão que poderá elaborar um novo Código Florestal para o Brasil. Seu nome foi indicado por uma coligação com PT, DEM, PSB e outras siglas. As vice-presidências ficaram com os deputados Ancelmo de Jesus (PT-RO), Homero Pereira (PR-MT) e Nilson Pinto (PSDB-PA). O relator será o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP). A comissão surgiu para analisar o Projeto de Lei 1876/99 e outras cinco propostas apensadas ao mesmo. O texto principal, do ex-deputado Sérgio Carvalho, quer substituir o Código Florestal de 1965. Agora, haja mobilização social para evitar o pior: a redução da proteção dos ambientes naturais brasileiros. Micheletto, Pereira e Rebelo têm histórico de ações e projetos contra o meio ambiente.

Leia também

Notícias
17 de janeiro de 2022

Após por pessoas em risco, justiça proíbe “coach” de fazer atividades na natureza

A decisão judicial determina que Pablo Marçal, que protagonizou episódio de resgate no pico do Marins, não poderá fazer qualquer atividade na natureza sem autorização prévia

Notícias
17 de janeiro de 2022

Livro celebra cem anos da descrição da jararaca-ilhoa com alerta sobre conservação da serpente endêmica

Escrita em linguagem acessível para o público em geral, a publicação celebra os cem anos da descrição da jararaca-ilhoa, feita por por Afrânio do Amaral (1894-1982), à época diretor do Instituto Butantan

Notícias
17 de janeiro de 2022

Rondônia proíbe destruição de equipamentos durante fiscalização ambiental

Governador sanciona, com veto parcial, lei que proíbe que fiscais do estado inutilizem maquinário apreendido em ações de fiscalização ambiental

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta