Download PDF
Bandeiras sendo hasteadas. Riocentro agora é território internacional. Foto: Divulgação

Bandeiras sendo hasteadas. Riocentro agora é território internacional. Foto: Divulgação

A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, ainda não começou, mas hoje o Riocentro já foi entregue, oficialmente, aos cuidados da ONU. Ao som de “o guarani”, foi realizado hoje de manhã o hasteamento da bandeira das Nações Unidas, junto com as bandeiras do Brasil e da Rio+20. A conferência começa em 15 dias.

A cerimônia significa que, até o dia 23 de junho, o Riocentro é considerado território internacional, como ocorre com a sede da ONU, em Nova Iorque. E, portanto, essa área está sob responsabilidade da organização. A segurança interna do Riocentro, por exemplo, ficará a cargo da polícia da ONU, que dividirá com os 1.2 mil militares da 4ª Brigada de Infantaria Motorizada, sediada em Juiz de Fora (MG), o controle do Riocentro. A Brigada de Infantaria Paraquedista, tropa de elite situada na Vila Militar, no Rio de Janeiro, cuidará da segurança da parte externa.

O Exército brasileiro ficará responsável por toda a segurança do perímetro externo, incluindo as entradas do Riocentro, e a Aeronáutica se encarregará do controle do espaço aéreo na região. No total, 15 mil militares participarão da segurança do Rio de Janeiro, durante junho.