Salada Verde

MMA pede calma com Código Florestal

Durante lançamento de livro que mostra como é possível recuperar áreas de Mata Atlãntica, ministra do Meio Ambiente pede mais tempo para debate sobre nova lei.

Redação ((o))eco ·
1 de julho de 2010 · 12 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Brasília - Enquanto deputados articulam retalhar a legislação ambiental por ser impossível seu cumprimento, o Ministério do Meio Ambiente lança o Manual de Adequação Ambiental da Mata Atlântica mostrando passos simples e baratos para fazer a lei valer além da lógica repressora do comando e controle.

A publicação de Maura Campanili e Wigold Shäffer tem relatos de práticas rurais e urbanas para a preservação e recuperação deste bioma que cobre as areas de maior população do país. Outra publicação da dupla sobre a Mata Atlântica foi apresentada. Mata Atlântica Patrimônio Nacional dos Brasileiros é uma extensa (408 páginas) compilação de espécies, informações e temas importantes para o bioma. 

No lançamento das publicações, durante café da manhã da Frente Parlamentar Ambientalista nesta quarta, o Código Florestal não podia ficar fora da conversa. A Ministra Izabella Teixeira por vezes repetiu que a discussão merece um tempo de debate técnico aprofundado, livre das polarizações ideológicas típicas dos períodos eleitorais.

Fizeram coro as lideranças presentes. Zequinha Sarney do PV maranhense acrescentou que a construção de um novo Código Florestal é um processo de legislar sobre o direito ao futuro sustentável e por isso deveria ser feita com tempo suficiente para o consenso.

O lider do PV Edson Duarte recebeu da organização Avazz, 125 mil mensangens de e-mails enviados por cidadãos comuns pedindo que os deputados reforcem a legislação ambiental. A organização que fez a campanha pelo projeto de Lei da Ficha Limpa entregou impressos todos os e-mails e pediu desculpas pelas impressões gastarem tanto papel. Segundo Graziela Tanaka da Avazz, o sistema de e-mails do congresso bloqueou as mensagens eletrônicas e por isso foi preciso entregar todas as mensagens impressas para todos os líderes de partidos. (Gustavo Vieira)

Leia também

Notícias
17 de janeiro de 2022

Após por pessoas em risco, justiça proíbe “coach” de fazer atividades na natureza

A decisão judicial determina que Pablo Marçal, que protagonizou episódio de resgate no pico do Marins, não poderá fazer qualquer atividade na natureza sem autorização prévia

Notícias
17 de janeiro de 2022

Livro celebra cem anos da descrição da jararaca-ilhoa com alerta sobre conservação da serpente endêmica

Escrita em linguagem acessível para o público em geral, a publicação celebra os cem anos da descrição da jararaca-ilhoa, feita por por Afrânio do Amaral (1894-1982), à época diretor do Instituto Butantan

Notícias
17 de janeiro de 2022

Rondônia proíbe destruição de equipamentos durante fiscalização ambiental

Governador sanciona, com veto parcial, lei que proíbe que fiscais do estado inutilizem maquinário apreendido em ações de fiscalização ambiental

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta