Vídeos

Alimento orgânico: o sonho da autossuficiência

O agricultor orgânico Jorge Studer deixou a Suiça, sua terra natal, por Teresópolis (RJ). Em seu sítio, procura comer só o que produz.  

Terra Audiovisual ·
27 de setembro de 2011 · 10 anos atrás
Vegetais. Foto: Pixabay.

Para alguns consumidores, uma alternativa de vida mais saudável. Para os agricultores, também a oportunidade de um novo negócio. Nesta vídeo-reportagem, conheça todo o processo de cultivo de alimentos orgânicos, da compostagem à mesa.

O protagonista dessa história é o agricultor orgânico, Jorge Studer, que nos recebeu no Sítio Aredês, sua propriedade no município de Teresópolis, região serrana do estado do Rio de Janeiro. Depois de largar a carreira de administrador na Suíça, virou agricultor e mudou-se para o Brasil. O objetivo principal de Jorge é alcançar a total subsistência, vendendo somente o excedente da produção.

De acordo com o produtor, esse é um caminho viável para agricultores conquistarem maior autonomia e independência, livres da necessidade de compra de insumos agrícolas (como agrotóxicos). Sua propriedade, de 48 hectares, é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) e protege integralmente 40% de sua área. Localizado na Zona de Amortecimento do Parque Estadual dos Três Picos é um exemplo de atividade sustentável na região.

A produção depende da estação do ano. Em setembro, nesse início de primavera, a variedade oferecida por Jorge impressiona. Além de mel, banana e limão, que ele tem o ano todo, ele tem Yacon (uma raiz andina com sabor que lembra a maçã), inhame, feijão, aipim, abóbora, salsa e cebolinha, grama de trigo, broto de alfafa, alface, azedinha, repolho, couve, acelga, alho-poró, cenoura, couve-flor e beterraba. Esperemos que essa bem-sucedida experiência desperte o interesse de outros produtores em potencial.

Serviço: Sítio Aredês, conhecido na região como Sítio do Jorge, telefone 21-2644-7815

 


Leia também
:

 

Leia também

Notícias
24 de setembro de 2021

Ameaçado pelo avanço da agricultura, Pampa é o bioma que mais perde vegetação nativa

Levantamento do Mapbiomas mostra que em 36 anos o segundo menor bioma do país perdeu 21,04% de sua cobertura vegetal. Maior parte da perda foi para a produção de soja

Notícias
24 de setembro de 2021

Servidores da Bahia entram com ação contra “Secretária-Diretora” do Meio Ambiente no estado

Associação de servidores ambientais denuncia inconstitucionalidade do acúmulo de cargos de chefia na área ambiental do estado exercido por Márcia Telles há mais de 4 meses

Notícias
23 de setembro de 2021

Sociedade civil repudia propostas antiambientais da Economia

Planos de Paulo Guedes e setor empresarial para o meio ambiente estão sendo analisados pelo Ibama, que tem até dia 30 de setembro para responder

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta