Notícias

Deter: visualização dos dados de 2011

Dados  de alertas de desmatamento na Amazônia Legal de 2011 podem ser visualizadas em gráficos e mapa interativo. Veja classificação por munícipios e bases operativas do Ibama.

Gustavo Faleiros ·
22 de fevereiro de 2012 · 10 anos atrás

Com a recente divulgação dos dados de alertas de desmatamento na Amazônia Legal referentes ao mês de novembro e dezembro, foi possível organizar as informações de 2011, que podem ser visualizadas em gráficos e mapas interativos. No vídeo abaixo, mostramos quais os dados disponibilizados neste post, além de mostrar algumas tendências demonstradas no desmatamento da Amazônia no ano passado.

Os dados são provenientes do sistema Deter (Detecção de Desmatamento em Tempo Real) do Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE) e foram baixados no site do programa no seguinte endereço http://www.obt.inpe.br/deter/indexdeter.php. É importante frisar que estes dados são indicativos do total desmatado na Amazônia Legal, e são influenciados pela cobertura de nuvens da região. Os dados que são utilizados na contagem da taxa oficial do desmatamento na Amazônia são gerados pelo PRODES e também podem ser acessados pelo site do INPE.

Download: Arquivo Google Earth com todos os dados (KMZ 538 kb)

Visualização da lista de 234 munícipios que registraram desmatamentos acima de 6,25 hectares. Utilize o mouse para ver o número de alertas por cada município.

No gráfico abaixo, a visualização das bases operativas que mais acumularam áreas desmatadas, segundo os dados do DETER. Utilize o mouse sobre as colunas para ver os dados exatos.

Você pode fazer o download dos dados brutos no site do Deter

Tabela de munícipios com maior número de alertas (CSV – 6k)
Tabela de bases operativas com maiores áreas de desmatamento acumulados (CSV -1k)

Para ler as matérias sobre a divulgação dos dados do desmatamento

Março – Desmatamento cai em março na Amazônia Legal 
Abril – Dispara o desmatamento no Mato Grosso em abril 
Maio – Desmatamento no Brasil: redução pontual, aumento global
Junho – Amazônia Legal soma 99km2 de desmatamento em junho
Julho – Desmatamento da Amazônia cai em julho 
Agosto – Para Inpe, desmatamento da Amazônia cai 38%
Setembro – Desmatamento teve queda em setembro de 46%
Outubro – Deter: desmatamento tem nova alta
Novembro e Dezembro – Deter divulga números de novembro e dezembro

Veja também:
Infográfico: A evolução do desmatamento na Amazônia brasileira 

  • Gustavo Faleiros

    Editor da Rainforest Investigations Network (RIN). Co-fundador do InfoAmazonia e entusiasta do geojornalismo. Baterista dos Eventos Extremos

Leia também

Reportagens
19 de maio de 2022

Pesquisa questiona ocorrência de Mata Atlântica no Piauí

O estudo caracterizou flora e vegetação de florestas estacionais em municípios na área de abrangência da Lei da Mata Atlântica no Piauí e concluiu que não há espécies botânicas exclusivas do Bioma

Notícias
19 de maio de 2022

Em meio à ameaça da mineração, projeto prevê criação de parque na Serra do Curral

O projeto de lei nº 1.125/22 foi apresentado às comissões da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (17) pelo deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) para garantir a proteção da serra mineira

Reportagens
18 de maio de 2022

Ocupação indígena no Parque Estadual Cunhambebe quer retomar posse do território

Indígenas estão acampados desde quinta (12) ao lado da sede do parque fluminense, em mobilização pela retomada do seu território ancestral

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 3

  1. Eu espero que os indígenas sejam assentados em terras degradadas do entorno, onde eles podem produzir suas roças à vontade. Infelizmente vimos muitas vezes o resultado da entrada de indígenas nas unidades de conservação do sul da Bahia e norte do Rio Grade do Sul, para no falar do litoral de São Paulo e Paraná. A extinção local dos animais de maior porte se segue rapidamente, assim como a venda de madeira. As unidades de conservação não são palco para solucionar os nosso grave problemas sociais.


  2. Israel Gomes da Silva diz:

    Se não tem apoio de partido político, quem está bancando a picanha e a bebida que a liderança está comendo todos os dias no Sahy Vilage Shopping, sendo solicitado apenas Notinhas da comida? Todos os dias um grupo de indígenas vão à praia e aí Shopping, mesmo no frio.


  3. Salvador Sá diz:

    Parabens ao Duda pela materia, me permite concluir que estamos diante de uma nova e muito grave ameaça ao q sobrou, grave pq faz uso de uma causa nobre, mas cheia de equivocos e que está enganando muita gente e não só os próprios índios. A materia fura o cerco de silencio feito pelo ambientalismo seletivo e chapa branca midiatico.