Reportagens

Novos números sobre CO2

Novos dados sobre concentração de CO2 da atmosfera mostram a menor taxa de 2009. Mas não se iluda, nunca houve tanto gás carbônico na atmosfera como agora.

Redação ((o))eco ·
16 de novembro de 2009 · 12 anos atrás

A Agência de Administração de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA) divulgou a medição da concentração de gás carbônico (CO2) durante o mês de outubro: 384,79 parte por milhão. É a concentração mais alta registrada para esta época do ano em toda história das medições, embora este seja o nível mais baixo de 2009.  As medições de concentrações de CO2 na atmosfera são feitas na estação de Mauna Loa, no Havaí, o mais antigo observatório de gases de efeito estufa no mundo.

As razões para a baixa concentração em outubro em comparação com outros meses do ano, se deve a uma série de fatores ligados a variações de temperatura que alteram a absorção de CO2 pela vegetação e os oceanos. Mas como mostra a pequena charge abaixo, comparando outubro deste ano com o mesmo período há 20 anos, o incremento do gás estufa é notável, de 350 ppm para 384. E como diz a mensagem saída da torradeira, se não quisermos tostar o planeta é melhor mesmo começar a cortar as emissões. Para mais informações sobre a concentração histórica de CO2, visite o site CO2 Now 

Saiba mais

Leia o Especial Copenhague d´ O Eco

Leia também

Notícias
28 de janeiro de 2022

‘Nós não negamos nem desprezamos as causas das mudanças de clima’, defende-se Xico Graziano

Em pedido de resposta, engenheiro agrônomo Xico Graziano, membro do núcleo de campanha de Sergio Moro, diz que candidatura é aliada na luta em defesa do futuro sustentável

Salada Verde
28 de janeiro de 2022

Filhote de onça se esconde em motor de caminhonete, veja vídeo

Onça cutucada com vara curta contraria dito popular e apenas foge. Filmagem tem sido compartilhada em grupos e nas redes sociais. Não se sabe a origem do vídeo

Notícias
28 de janeiro de 2022

Cientistas pedem que países europeus e China boicotem soja e carne brasileira

Em artigo, os pesquisadores denunciam a nova alta de desmatamento na Amazônia e pressionam os países a pararem de comprar soja e carne bovina brasileira

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Manoel diz:

    Ou seja… os desqualificados nem escondem que a questão é política. Querem ajudar a quebrar o Brasil de qualquer jeito. E o melhor de tudo é apelaram pra China, como se não fossem os maiores poluentes do mundo. Infelizes…