Notícias

Para chegar à fazenda, é só subir no telhado

Fazenda hidropônica no Brooklyn, em Nova Iorque, traz à cidade modelo de agricultura urbana que melhora a economia e meio ambiente locais.

Nanda Melonio ·
16 de abril de 2012 · 10 anos atrás
O telhado deste prédio no Brooklyn será transformado em uma fazenda hidropônica de 100 mil metros quadrados, o maior “telhado verde” do mundo – Foto: Brightfarms (divulgação)
O telhado deste prédio no Brooklyn será transformado em uma fazenda hidropônica de 100 mil metros quadrados, o maior “telhado verde” do mundo – Foto: Brightfarms (divulgação)

Além de ser a cidade mais populosa dos Estados Unidos, Nova Iorque agora terá a maior “fazenda de telhado” do mundo. O empreendimento, que terá 100 mil metros quadrados (10 hectares), começou a ser construído no final de março no último piso do Sunset Park, no Brooklyn, pela BrightFarms, Inc., empresa especializada em construir e administrar hortas urbanas em estufas e telhados, de forma a diminuir tempo e distância entre a produção e comércio de alimentos.

O telhado do Sunset Park será feito em parceria com a Salmar Properties LLC, empresa responsável pelo plano de revitalização da prefeitura para a zona portuária do Brooklyn, do qual o “telhado verde” faz parte. O empreendimento pretende revolucionar a produção agrícola da cidade, transformando-a em modelo de agricultura urbana. No telhado do Sunset Park crescerão até um 1.000 toneladas de produtos por ano, como tomates, alfaces e ervas, o suficiente para satisfazer as necessidades de consumo de vegetais frescos de até 5 mil nova-iorquinos.

Exemplo de como será o interior das estufas. (Fonte: Brightfarms)
Exemplo de como será o interior das estufas. (Fonte: Brightfarms)
A fazenda será hidropônica, pois segundo a Brightfarms este é o tipo ideal de cultura para os telhados, uma vez que possui melhores resultados do que quando o solo, que é mais pesado, é utilizado como base. O sistema irá captar água da chuva, desviando aproximadamente 1,8 milhões de galões do já sobrecarregado sistema de esgoto de Nova Iorque. Embora a agricultura hidropônica seja mal vista pelos puristas, que dizem que o produto resultante não tem gosto, os avanços tecnológicos têm feito com que sua rentabilidade e popularidade cresçam cada vez mais.

O estímulo à agricultura urbana afeta positivamente a economia e o meio ambiente, uma vez que gera empregos e reduz a extensão e a complexidade da cadeia de abastecimento dos produtos, levando à mesa do consumidor vegetais mais frescos, saborosos e sustentáveis do que se viessem de outras partes do país. A primeira colheita da fazenda do Sunset Park está prevista para a primavera de 2013, e será vendida pela Brightfarms para um supermercado.

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta